quarta-feira, 14 de março de 2012

DEUS É FIEL

Meninas do meu coração,

Ao compartilhar com vocês a novidade de um novo bebezinho, me vi refletindo sobre as coisas que aconteceram comigo nesses últimos 4 anos. É engraçado como agora as coisas parecem simples mas no momento em que a vivenciamos são tantas dúvidas, medos, ansiedade e aflições.
Não sei se já contei aqui, mas a minha caminhada não foi muito fácil. Antes do Miguel perdemos 2 bbs, um com 3 semanas e outro com 3 meses, e só quem passa por isso sabe como é doloroso.


Perdi meu pai no dia 26/01/2008, mas como já haviamos dado entrada nos proclamas para o casamento resolvemos seguir os planos e nos casamos no civil dia 15/04/2008( data limite) e no religioso dia 09/05/2008, em setembro do mesmo ano engravidei pela primeira vez, porém quando descobri já estava com todos os sintomas de perda e foi o que realmente aconteceu. Depois de tudo devidamente verificado, ficou constatado que não haveria a necessidade de fazer nada pois meu organismo já havia dado conta do recado. Recebemos então a indicação de descansar, relaxar, fazer uma viagem e namorar hehehehe... então seguimos rigorosamente essa indicação, e no final de outubro (isso mesmo ...) já estava grávida novamente. A gestação em si estava indo bem, porém como eu tinha um mioma subseroso de 15cm tive muitas cólicas e tinha que tomar medicação e fazer repouso etc...mas a indicação era tentar segurar a gestação e na hora do parto provavelmente retirar o útero, isso me angustiava muito. As ultras eram tão dificeis pois não dava para ver quase nada devido ao miomão. No final de 2008, viajamos para a região dos lagos para o ano novo, e lá ao perceber um sangramento leve liguei para minha médica e retornamos para o Rio. Era 4 de janeiro de 2009 um domingo, e a indicação foi ir a Perinatal fazer uma ultra e verificar o que estava acontecendo. Chegando lá recebi a notícia de que estava tendo mais um aborto. Ai que dor no coração.
Entrei em contato com minha médica mas ela estava fora do Rio e só retornaria no dia seguinte quando me atenderia no consultorio.
Ao chegar em casa, pedi a minha mãe que me desse um copo com água, e ao beber me engasguei, com isso senti um forte pressão mas sem dor alguma no meu baixo ventre. Corri para o banheiro e ao me preparar para sentar vi que o aborto havia se consumado na minha frente... ai que dor maior ainda no meu coração. Minha mãe que estava ao meu lado entrou em desespero e eu só sabia chorar. O André então coitado...
Liguei de novo para a médica e ela me perguntou se eu estava sentindo dor ou algo parecido, e mais uma vez me disse que me atenderia no dia seguinte em seu consultório onde faria a curetagem.
Mas minha mãe não aceitou essa resposta, e como eu tenho uma tia que é enfermeira e trabalha em um hospital só de pediatria e gestantes, liguei para ela e fui levada para lá. Deus como sempre estava no controle de tudo... eu já estava com 39 de febre, isto é um inicio de infecção. Passei a noite lá, e no dia seguinte pela manhã fiz a curetagem. Como disse não senti nenhuma dor física mas meu coração estava em frangalhos, eu perguntava ao André porque aquilo estava acontecendo.

Mas aí o milagre começou a tomar forma em minha vida.

Enquanto estava no hospital todos os que vinham me ver (eu sou muito parecida com minha tia e ela é bastante querida lá) sabendo da minha situação e do miomão, não falavam outra coisa:  eu deveria  procurar a Drª Rogéria Teixeira Coelho ( In Foco e Profertil)  , ela é uma benção... e suas especialidades são: miomatose, endometriose e reprodução assistida com uma grande % de sucesso.
Desde a primeira consulta, já foi me dado o veredicto de que para ter uma gravidez menos arriscada eu teria que retirar o mioma, mas o meu medo era ficar estéril depois da cirurgia e ela muito experiente me acalmou dizendo que isso não aconteceria, pois não iria mexer nas estruturas do meu útero, ela iria utilizar uma técnica muito menos invasiva.

E assim aconteceu, no dia 15/07/2009 passei pela miomectomia e foram retirados 5 miomas, sendo o maior deles com aproximadamente 15cm, fiquei de molho por 30 dias e só quebrei o resguardo no dia 15 de agosto meu aniversário uhuuuuuuuuu depois disso tomei pílula por aproximadamente 6 meses pois não poderia menstruar para que o útero tivesse um bom restabelecimento.

Nesse meio tempo fiz vários exames (eu gosto disso na Drª Rogéria ela não é pão-dura para pedir exames ) e começamos a investigar o porque dos abortos e também o porque de depois dos 6 meses eu não estava engravidando ai ai haja coração... e para minha surpresa alguns fatores até então desconhecidos  estavam atrapalhando minha gravidez ou então a tentativa.

Um dos fatores foi que meu organismo estava produzindo insulina demais, o normal é 23 e eu estava acima de 30-35, minha glicose estava normal... vai entender ... iniciei então o uso da metformina e passei a fazer controle quase que mensal. Com isso, dois meses depois de iniciar o tratamento com a metformina engravidei do Miguel.

Mas lembra que fiz vários outros exames, pois bem com eles surgiram outros probleminhas , meu combs deu negativo ou positivo, nem lembro mas o que sei é que minhas proteínas são muito parecidas com as do André mesmo sem sermos parentes, e que por isso meu organismo não produzia os anticorpos que protegem a gravidez e daí pode ter sido um dos grandes motivos para as duas perdas. E outro fator também foi que tenho probabilidade de desenvolver trombofilia. Fui então encaminhada para a Drª Bianca Selva http://www.abortorecorrente.com.br , ela passou pelos mesmos problemas e isso nos traz uma tranquilidade tremenda. Tivemos que fazer o tratamento de imunoterapia com linfócitos paternos que consiste em tirar sangue do papai e com ele preparar uma vacina que é aplicada na mamãe. Foram 3 doses e deu tudo certo.
Quanto a trombofilia para evitar que se formassem trombos na placenta tive que tomar injeções diária na barriga de Heparina.

Mas sabe que hoje ao escrever aqui (sei que ficou grande desculpem) vejo como Deus foi maravilhoso conosco e a cada luta sempre colocou algum anjo em nosso caminho.

Nesta segunda gravides vou ter que tomar as injeções diária de Heparina, mas não sacrificio que não seja esquecido quando olhamos pela primeira vez nos olhos de nossos bebês.

Tenho acompanhado a luta de algumas meninas aqui nos blogs, jamais percam a fé, por piores que os cenários possam se apresentar. Deus está no controle de tudo. Ele é fiel e se Ele te fez uma promessa Ele vai cumprir jamais duvide disso.





Um grande beijo no coração de todas vocês.

Ah se quiserem os contatos das médicas, é só pedir. Mas apenas aviso que na Drª Rogéria tem que ter paciência pois seus consultorios sempre estão cheios devido a procura, mas vale a pena esperar.







14 comentários:

  1. linda historia pois teve um final feliz.
    bjus mil.

    ResponderExcluir
  2. Também sou paciente da dra Rogeria e se Deus quiser, vou segurar meu bebê ou bebês nos braços!

    ResponderExcluir
  3. ola eu gostaria do tel da Dr Rogerio sera que vc pode me mandar
    raqueluk@bol.com.br
    obrigada

    ResponderExcluir
  4. ola Patricia, estou falando do interior da Bahia, mas sou natural do Rio de Janeiro... estou indo fazer uma consulta com Dra. Rogeria por indicação de uma ex aluna dela q conheço...mas gostaria de conversar com uma paciente dela...vc pode me da seu telefone fixo? meu email é esse: pityfar_85@yahoo.com.br. obrigada bjos

    ResponderExcluir
  5. Que linda sua história, até chorei! Meu nome é Fernanda, há mais de 2 anos estou tentando engravidar, nesse período estava sendo acompanhada por um médico que também passou muitos exames porém não fechou nenhum diagnóstico. Em uma dessas consultas conheci uma paciente que indicou a Dra. Rogéria. Em fevereiro de 2013 foi a primeira consulta com Dra. Rogéria, ela é uma benção de Deus! Ela fechou o meu diagnóstico de polipos, marido estava com bacteria. Tratamos dos problemas, agora estamos na fase da vontade de Deus e de namorarmos... Estou confiante!

    ResponderExcluir
  6. Amei a sua mensagem e fiquei toda emocionada. esta semana levarei meus exames para a dra rogeria e espero que ela possa realizar o meu grande sonho. Fiquei confiante.

    ResponderExcluir
  7. Olá gostaria do tel da Dra. Rogeria, pois ne informaram que ela não esta mais em Caxias

    ResponderExcluir
  8. Olá gostaria do tel da Dra. Rogeria, pois ne informaram que ela não esta mais em Caxias

    ResponderExcluir
  9. Tive dois abortos retidos e estou triste preocupada..o ultimo foi semana passada.... achei pela net comentários sobre essa dar Rogéria.... tentei marcar... mas encaminharam primeiro para Dra. Leonor..., da clinica....to apreensiva. Espero q seja boa.., pois estou primeiro procurando especialista pelo plano

    ResponderExcluir
  10. Oi sou paciente da Dra Rogéria vou fazer uma video com ela estamos só esperando a unimed libera a cirurgia tenho uma trompa obstruída e a outra fixa então estou muito confiante que vai dar tudo certo tem alguem que fez esta cirurgia com a Dra Rogéria e engravidou?

    ResponderExcluir
  11. Oi sou paciente da Dra Rogéria vou fazer uma video com ela estamos só esperando a unimed libera a cirurgia tenho uma trompa obstruída e a outra fixa então estou muito confiante que vai dar tudo certo tem alguem que fez esta cirurgia com a Dra Rogéria e engravidou?

    ResponderExcluir